Notícia

Apresentação da BIME 2023

O anúncio da programação da iniciativa fez-se na Biblioteca Pública.
“Para lá do teatro, durante a BIME, as marionetas vão contar com uma exposição, no Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo, e um seminário internacional em parceria com o CHAIA – Centro de História de Arte e Investigação Artística, da Universidade de Évora.
“A Bienal Internacional de Marionetas confirma-se como um importante acontecimento na área do Teatro de Marionetas, não só no plano nacional, mas também no plano internacional.” A afirmação é de José Russo, diretor do CENDREV, que destaca a importância do financiamento municipal e estatal (Direção-Geral das Artes) para viabilizar a vinda dos títeres à capital alentejana. Nuno Cabrita, que representou a autarquia no lançamento da BIME, sublinhou a grande satisfação da edilidade em apoiar um evento marcante para a vida cultural da cidade.
As companhias participantes nesta edição são provenientes de diversas partes do mundo. Para além de Portugal, vamos poder apreciar marionetas de Espanha, Brasil, Grécia e Dinamarca, passando pela Itália, França, Bélgica, Inglaterra e, ainda, Cabo Verde. Há espetáculos para todos os públicos e faixas etárias, com um número significativo de apresentações gratuitas no espaço público.
Segundo a organização, “A cidade de Évora dispõe de condições excecionais para a realização deste evento, com um centro histórico que é um verdadeiro palco natural ao ar livre. Assim, para além dos espetáculos de sala, na programação considera-se um conjunto de apresentações em diversos espaços de rua, dando forma a um programa de animação cultural diversificado e plural, com extraordinário interesse artístico pela grande qualidade e diversidade de origens geográficas dos artistas que reúne.”
In: Évora Noticias.